Tuesday, March 03, 2009

Primeiro hábito - parte um…

Ainda estou devendo um post sobre o Carnaval… estou na dependencia de receber parte das fotos…

Por ora, vou escrever sobre algo que está nas minhas intenções para 2009: uma leitura decente de “Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes”.

Primeiro Hábito: Seja Proativo. O mundo corporativo tem uma definição ligeiramente diferente para proatividade. Pela definição do livro, resumindo a definição, ser proativo é ser responsável pela sua vida.

Hoje em dia, o paradigma comportamental mais aceito é normalmente uma das variações do “determinismo”. O determinismo é a teoria que explica que influências determinam o que somos. Das variações explicadas do determinismo, as que eu vejo como mais comumente aceitas são as influências dos pais e do ambiente. A criação e/ou o ambiente determina quem você é. Ser proativo é saber que você tem e exercer a sua liberdade de escolha.

Observação importante: defender a proatividade não quer dizer que o determinismo não existe. Não estou falando que uma pessoa não sofre influência externa. Estou falando que o primeiro hábito descrito no livro diz que ela não deveria/precisa sofrer influência. E não sofrer essa influência faz diferença.

Vou copiar um trecho do livro:
“Certa vez, um estudante perguntou:
- O senhor pode me dispensar dessa aula? Preciso participar de um campeonato de tênis em outra cidade.
- Você precisa ir ou deseja ir? - indaguei
- Na verdade, eu preciso mesmo ir. - exclamou
- E o que vai acontecer se você não for?
- Bem, serei expulso do time.
- E gostaria que isso acontecesse?
- Claro que não.
- Em outras palavras, você escolheu viajar pois deseja continuar na equipe. E o que acontecerá se você perder as aulas?
- Acho que não vou aprender a matéria.
- Correto. Você precisa, portanto, comparar esta consequência com a outra consequência e fazer uma escolha. Se eu estivesse em seu lugar, preferiria disputar o campeonato. Mas jamais diga que você precisa fazer algo.
- Eu escolho disputar o campeonato de tênis. - ele retrucou calmamente.”

…o post sobre esse hábito continua… mas já tô com sono então, fica pra uma próxima! Só um spoiler do próximo post: amor é consequência…

Peace! 1234 SEMPRE!

PS. GOSTARAM DO CURSO!!! 1… 2… 3… 4… 1… 2… 3… 4…

3 comments:

Juliane said...

Se a gente não sabe nem a diferença entre sonho e objetivo as vezes, fica complicado entender o que realmente precisamos e o que escolhemos rs...Beijo

Shilola said...

Nem sempre sei o que quero... Até porque quero algo agora, mas em cinco minutos não quero mais... Como eu faço? Depois que vc terminar o livro vc resume pra mim por favor? Esse ano quero ler só romances mela cuecas... :D

Adriane said...

Em suma, proatividade exige bastante segurança interna, usar o poder de escolha... O curso deu um cutucãozinho mesmo! Acho que cedo ou tarde vou ter que reler esse livro... :-D
1,2,3,4!!!